Textos


Castelo do Café
Sharik Letak

Levado por Helvécio, o meu mano
Fui Conheer o Castelo do Café.
Quando há muita propaganda eu me abano,
Fui “ver pra crer” como disse São Tomé.

Viajei no tempo e me vi entre os romanos.
Fui Sancho Pança no meu magro pangaré.
Coisa linda! De deixar alguém insano:
Parei, embasbaquei, fiquei lelé!

Charme, conforto, cerveja artesanal,
Comida boa e café especial,
E, em meio, à natureza um castelo!

Quer conhecer um lugar fenomenal,
Vá ver pra crer, como Tomé, não leve a mal.
E dirás: Como se faz algo tão belo?


Manhuaçu(MG), 27 de maio de 2.019, 11:30 hk

 
Sharik Letak
Enviado por Sharik Letak em 27/05/2019
Alterado em 27/05/2019


Comentários