Textos

DESSERVIÇO
Sharik Letak
Cupido, eu reconheço: Sou tua nova presa “(Ovídio)

Vem um olhar e lá vem o reboliço.
No pobre peito, confusão total.
Cupido está prestando um desserviço,
E nos flechando para o bem ou mal!

A sua flecha causa sempre enguiço.
É fogo a se espalhar pelo arraial.
A coisa até parece um feitiço
De alguém que fez mandinga no quintal!

Quintal é o peito e, também, a alma.
Lá se foi deles a gostosa calma,
O quintal do nosso ser foi bagunçado!

Quem é que deste mal, porém, se salva?
Cupido com risinhos bate palmas
E eis um ser humano apaixonado!

São Paulo(SP), 06 de fevereiro de 1019, às 18:00 hs.
Sharik Letak
Enviado por Sharik Letak em 06/02/2019


Comentários