Textos

A flecha de Cupido
Sharik Letak

Porque Cupido, deusinho caprichoso
O alvo nunca erra ao enviar a flecha,
Lançado o dardo o amante descuidoso
Luta em vão, pois não evita a brecha!
Imponderável força! Quem evita
A dor do doce fogo que palpita
No peito, quando o amor ali adentra.
No afã de ali retê-lo, ou cala ou grita.
A tudo se dispõe e tudo inventa.

Fique calado quem quiser culpar-me
E censurar-me pelo ocorrido.
Riam bastante, mas culpem Cupido.
Rasgado o peito, só pode curar-me
Aquela cujo nome no dardo atrevido
Zumbe em meu peito e em meu ouvido.

Manhuaçu(MG), 18 de maio de 2017, 23:28,

 
Sharik Letak
Enviado por Sharik Letak em 18/05/2017


Comentários